Quadrinhos

Published on fevereiro 2nd, 2019 | by João Pedro Ouriques

0

A história da DC Comics

Por onde começar para falar da maior editora de quadrinhos da história? Por mais que tenha um universo cinematográfico conturbado, a DC carrega consigo uma história de muita grandeza. E é dessa história que vamos falar hoje.

Fundada em 1934, a Detective Comics, nome que vem do título de uma HQ publicada em 1939, cujo o protagonista era o famoso herói Batman, publicada pela National Comics, nome original da hoje mundialmente famosa DC Comics.

Muito conhecida pelos seus grandes heróis como Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Flash, Lanterna Verde, entre outros grandes nomes, fundadora de grandes equipes como: Liga da Justiça, Novos Titãs, Legião dos Super-Heróis, Patrulha do Destino, Liga da Justiça da América etc, atualmente a empresa é subsidiária da polêmica Warner. Digo polêmica devido a grande desconfiança da comunidade com o universo cinematográfico da emissora.

 

Era de Ouro

A empresa de Wheeler-Nicholson foi a pioneira nos quadrinhos estadunidenses, publicado regularmente o primeiro material produzido para este formato, e não reimpressão de tiras de jornal, começando com More Fun Comics/Fun: The Big Comics Magazine #1 em fevereiro de 1935, renomeado para New Fun após o primeiro número. A empresa foi a primeira a apresentar heróis, começando com Action Comics #1 em 1938. Como a venda alcançou números nunca imaginados e as pesquisas confirmaram que o personagem Superman foi a principal razão, o período chamado de Era de Ouro dos quadrinhos começou. Como resposta imediata, a editoria começou a introduzir outros personagens que se tornaram populares como Batman, Mulher-Maravilha, e o primeiro grupo de super-heróis, a Sociedade da Justiça da América.

 

Era de Prata

Era que se passa no meio da década de 1950, o diretor editorial Irwin Donefeld e o publisher Liebowitz trabalharam com o diretor Julius Schwartz, em uma edição única do Flash, parte da série de testes de personagens.

Ao invés de reviver o personagem, a ideia era construir algo novo, uma mudança drástica Velocista Escarlate, atualizando a identidade civil do Flash, seu uniforme e sua origem, agora com um toque de ficção científica. A popularidade do Flash reformulado abriu brechas para fazerem o mesmo com outros personagens como o Lanterna Verde, Capitão Marvel (Hoje conhecido como SHAZAM), dentre outros, iniciando ali a Era de Prata dos quadrinhos. O tom da Era era de modificar as origens, em mais místicas da era de ouro, para algo mais “real” dentro dos conceitos vigentes.

 

Década de 2000

Em 2004, a DC começou um lento trabalho em grupo para a sequência de Crise nas Infinitas Terras, prometendo mudanças no universo DC. Em 2005, a empresa publicou várias minisséries que preparam o público e os personagens para Crise Infinita.

Após o desfecho desta série, os títulos da DC pularam uma ano na continuidade de suas histórias. Este evento recebeu o nome de One Year Later, e os atos que ocorreram durante o ano foram narrados na série semanal 52, que foi publicada em 2006 e 2007.

 

Os novos 52

Em 2011, a DC Comics anunciou o relançamento de todas as suas publicações, ao fim da safa Flashpoint, apresentando novas origens e novos uniformes para seus personagens.

 

Renascimento (Rebirth)

Em 2016, a editora anunciou seu novo recomeço, intitulado Universo DC Renascimento, com intuito de retomar a essência de seus personagens sem recorrer a mais um reboot em sua nova cronologia, como em 2011. Houve mudanças na equipe criativa as séries tiveram a numeração zerada e algumas tiveram a periodicidade mudada.


Sobre o(a) Autor(a)

João Pedro Ouriques

João Pedro é um Geek clássico, um fã do universo da DC Comics, apaixonado por jogos de todo o tipo, grande amante da música indie e um sonserino nato, sempre buscando evoluir e aprender.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑