Notícia

Published on junho 22nd, 2018 | by sardinha

0

As dificuldades de um estabelecimento geek no Rio de Janeiro – O Barzinga a ponto de fechar

Quem me acompanha deve lembrar que recentemente comemorei meu aniversário num barzinho geek no Centro do Rio, cidade onde moro. Fiz um post e super recomendei o local que é uma delícia de lugar. Pois acabei de saber que o bar, assim como muitas empresas na cidade, está passando por dificuldades.

Em especial, os estabelecimentos geek / nerd sofrem com esse público muito exigente, mas que pouco consome (e isso é verdade, galera, admitam). E com a crise em que se encontra o país, a cidade do Rio de Janeiro tem enfrentado seus piores momentos para os empresários.

Para não fechar as portas, o bar, que tem o nome inspirado na série The Big Bang Theory, resolveu implementar algumas mudanças na sua administração e publicou em seu facebook uma simpática explicação do que passa a vigorar no mês de julho e os motivos dessas mudanças. Veja abaixo um trecho do texto:

Infelizmente, a crise esteve presente o tempo todo, aumentando o preço dos insumos (aumento que não repassamos para o público), e a cada mês exaurindo nosso capital de giro. São muitos os custos de se ter uma casa “DIFERENCIADA” no Rio de Janeiro, com Quizzes sem cobrar inscrição por participação e dando vários prêmios; diferenciada com eventos no 0800 e com presença de convidados ilustres; sem cobrar consumação mínima mesmo com TV a cabo no dois andares, Wi-Fi, ar condicionado, fantasias, máscaras, torneios diversos de Videogames sem custo aleatórios e/ou de inscrição; sem falar da possibilidade de mais de 50 board games (jogos de tabuleiros) com o uso convertido em consumo de produtos.

Ser diferenciado no Rio de Janeiro, por muitas vezes, não parece ter tanto valor devido a quantidade de vezes que escutamos a pergunta “Porque sua cerveja não tem o mesmo preço da de um botequim?”.

Fico na torcida para que tudo melhore para o Barzinga (e para todos nós) que foi o 1º bar geek da cidade e nos mostrou que podemos sim ter um espaço exclusivo para geeks e nerds nessa cidade. E, mais uma vez, reforço o convite para que todos vão conhecer o local que é muito bacana e de atendimento excelente.


Sobre o(a) Autor(a)

Claudia Sardinha não consegue passar um dia sem assistir um episódio de seriado (já são uns 40 na lista). Ama jogar videogame e é viciada em resident Evil (e nunca diga que é jogo de zumbi perto dela). Adora jogar FPS no PC e ler livros de fantasia nas longas viagens de ônibus pro trabalho.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑