Tecnologia

Published on outubro 4th, 2017 | by sardinha

0

ASUS apresenta placa-mãe B250 Mining Expert

A nova placa-mãe é baseada no chipset Intel B250 e foi especialmente desenvolvida para utilização em cadeia de blocos.
Pontos principais

  • Primeira placa-mãe do mundo com 19 slots desenvolvida para mineração com múltiplas GPUs.
  • Exclusiva alimentação ATX de 12V projetada para 19 GPUs com capacitores de acoplamento para entrega de energia estável
  • Tecnologia ASUS PCIe Slot State detection que indica a situação de conexão de cada GPU para gerenciamento e fácil solução de problemas
  • Modo Mining exclusivo para instalação sem complicações – sem necessidade de ajustes de BIOS

A nova placa-mãe ASUS B250 Mining Expert suporta até 19 placas gráficas, por isso é perfeita para implementação e utilização em cadeia. Ela também apresenta um robusto fornecimento de energia para garantir estabilidade e inclui um novo firmware que simplifica a configuração e o diagnóstico. O resultado é uma placa-mãe com capacidade imbatível, apresentando com isso as décadas de experiência em desenvolvimento de tecnologias para placas-mãe.

​Por oferecer mais slots PCI Express® (PCIe®) que qualquer outra placa-mãe com foco em mineração, a B250 Mining Expert pode compartilhar mais GPUs com a mesma CPU, memória e armazenamento. Isso significa que o usurário terá uma solução mais poderosa e versátil e que entrega maior taxa de hash por máquina, garantindo o melhor retorno em relação ao seu investimento.

Rodar tantas placas de vídeo simultaneamente requer muita energia através dos canais PCI Express. Por isso, para garantir estabilidade e prevenir danos as GPUs, a B250 Mining Expert pode extrair energia de até três fontes de alimentação. Cada um se conecta a um conector de 24 pinos separado e é conectado ao seu próprio bloco de slots. Ao contrário de outras configurações de mineração onde é necessário realizar diversos ajustes para utilizar várias fontes de alimentação (PSUs) com a B250 Mining Expert não é necessária nenhuma modificação ou sequencia manual de inicialização. Com a B250 Mining Expert, o usuário pluga os extensores PCIe facilmente na mesma fonte de alimentação que corresponde ao seu slot especifico.

O diagnóstico de inicialização integrado facilita a solução de erros e problemas. Durante algum evento de POST (power-on self-test), a tecnologia PCIe Slot State Detection mostra o status de cada slot PCIe, permitindo identificação fácil em cada GPU conectada. O resultado aparece por padrão na tela e ao vivo por cinco segundos. Pressionando o botão Pause/break o resultado permanecerá na tela, caso seja necessário mais tempo para revisar os resultados.

O firmware da B250 Mining Expert inclui um modo especial de Mining que é ativado de fábrica, então não é necessário acessar a UEFI Bios para fazer alterações. O modo Mining ativa decodificação acima de 4G, o que é crítico para o suporte de grandes números de placas gráficas. Isso também desabilita o Launch CSM, permitindo que a placa-mãe e as placas gráficas UEFIs sincronizem-se um com a outra. O modo Mining automaticamente configura a interface PCIe para rodar em velocidade Gen 1. Marcando a velocidade do link, melhorando a compatibilidade e estabilidade sem comprometer as taxas de hash, porque ajuda a prevenir problemas que podem ser resultado do uso de cabos extensores que são necessários para conectar múltiplas placas gráficas em uma única placa-mãe.

Para saber mais sobre essa placa-mãe única, veja o artigo sobre a B250 Mining Expert em inglês em: EdgeUp ASUS.

Especificações:

imagem

Tags: , , , , ,


Sobre o(a) Autor(a)

Publicitária e TI. Fundadora do Minha Vida Geek. Já forneceu conteúdo para portais como Tech Tudo e Papo Aleatório. Atuante no evento boardgamer SeJoga. Não consegue passar um dia sem assistir um seriado. Ama jogar videogame e é viciada em resident Evil (e nunca diga que é jogo de zumbi). Adora ler livros de fantasia nas longas viagens de ônibus pelos trânsitos do Rio de Janeiro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑

error

Gostou desse blog? Então, não esqueça de compartilhar! :)