Eu fui!

Published on dezembro 6th, 2016 | by sardinha

0

Como participar da Comic Con Experience?

Entre 1 e 4 de dezembro aconteceu a Comic Con Experience (CCXP) de 2016, em São Paulo. Ao contrário de muitos blogs por aí, eu não tive credencial de imprensa, então a cobertura do Tecnologia Outonal foi pela visão do visitante comum, com suas alegrias e percalços.

Começamos pelo fato de que não tive um dia só da imprensa (que foi na quarta) para conhecer o espaço. Tive que ir descobrindo o que cada stand oferecia a partir do momento que consegui entrar no 1º dia de evento, na quinta dia 01, assim como todo mundo. Ao chegar para o evento que começava às 12h, descobri que chegar com 2h de antecedência não era o suficiente (WHAT?!!!!). Entrei numa mega fila e só consegui entrar às 13:15h, acreditem.

A fila - CCXP

Consegui foto dessas fofuras de cosplayers na fila

Na Comic Con XP o que chama mais atenção são sempre os painéis com os artistas, sejam de tv, cinema ou dos quadrinhos. É a área mais disputada do evento – o auditório. No entanto, separe um dia inteiro para curtir a feira e seus stands, pois eles sempre têm alguma atividade e brindes para oferecer. Existem também muitos stands de lojas vendendo produtos dos mais variados que você não acha no mercado com facilidade. Por conta disso, se você pensa em fazer compras, sugiro levar uma malinha com rodinha (sim, isso mesmo.. muito gente leva) e um porta cartaz para facilitar o transporte das suas aquisições.

Uma vez dentro do evento, descobri que não deveria ter entrado na fila comum, mas direto na fila para o auditório onde eu queria assistir uns 2 painéis ao final daquele dia. Isso porque as pessoas entram desde o 1º horário no auditório e, basicamente, não saem mais. Por conta disso, montaram uma fila já pra isso antes mesmo de você entrar na CCXP. Apesar do auditório principal ter uns 3.500 lugares, nunca dava conta.

Quando entrei já tinha bastante gente e resolvi parar na atração do stand do Resident Evil porque tinha a menor fila… e mesmo assim levei 2hs (isso mesmo) para conseguir jogar a nova demo de RE7 versão VR. Pois é, ainda não era o game (como os organizadores da fila diziam ser)… apenas uma outra versão da demo já conhecida, mas desta vez com óculos de realidade virtual. O motivo de levar 2 horas com 20 pessoas na minha frente? É que a Sony só mandou UM ÓCULOS para o público experimentar. Apenas um!!! (valeu Sony.. inteligente pacas!)

resident evil CCXP

Depois disso, já estava no meio da tarde e não consegui fazer muita coisa porque tudo estava lotado. Rodei pelo evento, mas a maioria dos stands tinha distribuição de senha para as atividades propostas e elas já tinham esgotado para todo aquele dia. Tentei a fila do auditório para tentar o último painel do dia (Game of Thrones), mas a fila estava mega giga e não tinha a menor esperança de saírem umas 500 pessoas para conseguir chegar a minha vez de entrar. Então, fui tentar curtir o restante do evento, e isso já era umas 17h.

auditorio CCXP

Como eu estava sozinha, revezar numa fila para ir ao banheiro ou comer é algo praticamente impossível. Ou você conta com a boa vontade e companheirismo de quem divide a fila contigo, ou vai preparado. Eu fui preparada. Não consumi nenhum alimento oferecido dentro do evento. Apesar de muita opção, tudo era muito caro e com muita fila, logo, perda de tempo. Leve muita comida e bebida para um dia inteiro. Pães, biscoitos, iogurte, frutas, água (lá tem bebedouro e você consegue repor sua garrafinha), leite achocolatado, bolo… tudo isso pode fazer parte do seu kit sobrevivência.

nerds CCXP

Sempre rola fazer amizade nas filas e pedir para guardarem seu lugar, caso necessário.

Por fim, fui para o stand da Netflix que tinha várias atividades simples e bacaninhas, o que fazia a fila andar rápido. Participar das atividades te rendia poster das séries que eles transmitem, então tinha uma boa variedade.

carregador CCXP

Vários lugares para carregar o celular no evento

Nos demais dias que estive no evento, já sabendo que era preciso chegar muitas horas antes de abrirem os portões, cheguei às 6h para os demais dias que abriam às 10h, fui direto para a fila do auditório e fui uma das 200 últimas pessoas da fila. Ou seja, se você quer um bom lugar, tem que realmente madrugar lá ou dormir no estacionamento do evento, como fez uma galera, que você pode ver o relato no vídeo abaixo.

É cansativo? Sim, muito.

Você come mal? Pra caramba..rs.

Vale a pena? Absolutamente!! É, realmente, um evento épico.

Tags: , , ,


Sobre o(a) Autor(a)

Claudia Sardinha não consegue passar um dia sem assistir um episódio de seriado (já são uns 40 na lista). Ama jogar videogame e é viciada em resident Evil (e nunca diga que é jogo de zumbi perto dela). Adora jogar FPS no PC e ler livros de fantasia nas longas viagens de ônibus pro trabalho.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑