Sem categoria

Published on maio 24th, 2018 | by sardinha

0

Segunda edição do Festival Ecrã traz ao Rio filmes premiados e destaques de mostras internacionais com entrada gratuita

Quando se pensa em cinema experimental, logo vem à mente filmes desconexos, contemplativos e não narrativos. O Festival Ecrã foi criado em 2017 com a proposta de questionar essa natureza e escolher filmes, narrativos ou não, que experimentam em forma e linguagem sem que necessariamente estejam sobre os rótulos de cinema “experimental” e “vídeo arte”.

Para sua segunda edição, o Ecrã escolheu filmes premiados e selecionados em grandes festivais nacionais e internacionais, além de filmes inéditos e de diretores consagrados, como os casos de Equinócio de Primavera e Equinócio de Outono, do cineasta James Benning, ainda inéditos no Brasil, e Landscape, mais novo curta-metragem do expoente do cinema de invenção Luiz Rosemberg Filho, que apresentará o filme durante o festival. Inédito no Brasil, Mundo Sem Fim (Sem Incidentes Reportados), do realizador Jem Cohen, fará parte do Festival Ecrã. Assim como o curta-metragem O Espírito da Noite, de  Manfredo Manfredini, que, volta ao cinema após vinte anos.

Da última edição do Festival de Berlim, o Ecrã exibirá O Raro Evento, da aclamada dupla de cineastas experimentais Ben Rivers e Ben Russel. Também fazem parte da programação a polêmica experiência de O Cavaleiro das Ruínas, de Pierre-Luc Vaillancourt; o vencedor das últimas edições do Indie Lisboa e do Olhar de Cinema, El Mar La Mar, de J.P Sniadecki e Joshua Bonnetta; e os curtas-metragens: Catálogo e Catálogo Volume 6, da consagrada videoartista Dana Berman Duff. O destaque do BAFICI deste ano, 1048 Luas, dirigido pela francesa Charlotte Serrand também faz parte da seleção.

Do animador e designer de filmes de animação da Pixar e Dreamworks, Luis Grane exibirá seu curta Pachinko, selecionado para diversos festivais pelo mundo. Outro curta premiado é Um Quarto, filme de Hong Kong dirigido por Chong Ming, que passou por mais de cinquenta festivais pelo mundo. O diretor Peter Azen virá ao Rio para apresentar seu longa-metragem Cacaya, exibido recentemente no Festival de Montreal. O longa dividirá a sessão com o curta-metragem Solon, da diretora mineira Clarissa Campolina.

A Irlanda é um dos grandes destaques do evento, com três filmes: da Experimental Film Society, o Ecrã exibirá os filmes Ilhas Fantasmas de Rouzbeh Rashidi e Por Dentro da dupla Vicky Lagan e Maximilian Le Cain, além do neo-noir Reino Animal de Dean Kanavagh.

O Festival Ecrã também traz para o Rio destaques de festivais nacionais: Imo de Bruna Schelb Corrêa, exibido na última Mostra de Tiradentes; Sleep Has Her House, do inglês Scott Barley, premiado como melhor filme no Festival Fronteira em 2017; Buraco Negro, de Helena Lessa e Petrus de Bairros, e Não Me Fale Sobre Recomeços, de Arthur Tuoto, destaques da Mostra do Filme Livre.

Montadora de relevantes longas brasileiros, Karen Akerman exibirá Confidente, curta-metragem co-dirigido com Miguel Seabra. O mestre argentino Raul Perrone também estará no Festival Ecrã com Cump4rsit4, um filme de guerra e também sobre o cinema dos anos 20 e 30. O documentarista Eduardo Makoszay exibirá Rochas em Formas de Vento, indicado ao grande prêmio do Jihlava International Documentary Festival.

O evento ainda promoverá o debate da Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine sobre as bordas que separam o realismo e o formalismo do cinema dito “experimental” e o “convencional”, com os críticos Camila Vieira e Filipe Furtado, mediado pelo curador Pedro Tavares. O saguão da Cinemateca também receberá filmes exibidos de forma inusitada, completando a programação.

O Festival Ecrã acontece entre os dias 17 e 22 de julho na Cinemateca do MAM no Rio de Janeiro, com entrada gratuita, e tem apoio da Universidade Estácio de Sá, Defei.to, Ribas – Foto e Vídeo e Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine. A realização é da 5D Magic e da Cinemateca do MAM.

Confira a lista completa de filmes do 2º Festival Ecrã:

  • LONGAS-METRAGENS SELECIONADOS

1048 LUAS (1048 Lunes, França, 2017) Direção: Charlotte Serrand. 60 min.

BURACO NEGRO (idem, Brasil, 2018) Direção: Helena Lessa e Petrus de Bairros. 70 min.

CACAYA (idem, EUA, 2017) Direção: Peter Azen. 79 min.

CUMP4RSIT4 (idem, Argentina, 2017) Direção: Raul Perrone. 77 min.

EL MAR LA MAR (idem, EUA, 2017) Direção: J.P Sniadecki e Joshua Bonnetta. 94 min.

EQUINÓCIO DE OUTONO (Fall Equinox, EUA, 2016) Direção: James Benning. 63 min.

EQUINÓCIO DE PRIMAVERA (Spring Equinox, EUA, 2016) Direção: James Benning. 64 min.

ILHAS FANTASMAS (Phantom Islands, Irlanda, 2018) Direção: Rouzbeh Rashidi. 86 min.

IMO (idem, Brasil, 2018) Direção: Bruna Schelb Corrêa. 67 min..

MUNDO SEM FIM (SEM INCIDENTES REPORTADOS) (World Without End (No Incidents Reported, EUA, 2016) Direção: Jem Cohen. 60 min.

NÃO ME FALE SOBRE RECOMEÇOS (idem, Brasil, 2016) Direção: Arthur Tuoto. 70 min.

POR DENTRO (Inside, Irlanda, 2017) Direção: Vicky Lagan e Maximilian Le Cain. 70 min.

REINO ANIMAL (Animal Kingdom, Irlanda, 2017) Direção: Dean Kavanagh. 120 min.

SLEEP HAS HER HOUSE (idem, Reino Unido, 2017) Direção: Scott Barley. 90 min.

  • MÉDIAS-METRAGENS SELECIONADOS

O CAVALEIRO DAS RUÍNAS (Ruins Rider, Canadá/Montenegro, 2017) Direção: Pierre-Luc Vaillaincourt. 49 min.

O RARO EVENTO (The Rare Event, Suíça/França/Reino Unido, 2018) Direção: Ben Rivers e Ben Russel. 48 min.

ROCHAS EM FORMA DE VENTO (Rocas en forma de viento, México/Argentina/Islândia, 2017) Direção: Eduardo Makoszay. 44 min.

  • CURTAS-METRAGENS SELECIONADOS

 

Catálogo (Catalogue, EUA, 2014). Direção: Dana Berman Duff. 7 min.

Catálogo Vol. 6 (Catalogue Vol. 6, EUA, 2016) Direção Dana Berman Duff. 11min.

Confidente (idem, Brasil, 2016) Direção: Karen Akerman e Miguel Seabra. 12 min.

O Dilema do Porco Espinho (Il Dilemma dell’istrice, Itália, 2016) Direção: Emanuele Dainot e Alessandro G. Capuzzi 8 min.

Ecstasy (idem, China, 2015) Direção: Di Hu. 12 min.

O Espírito da Noite (Lo Spiritto de la Notte, Itália, 2018) Direção: Manfredo Manfredi 12 min.

Esses Dias de Claridade (idem, Brasil, 2018) Direção: Gabriel Papaléo. 9 min.

Fluxorama (idem, Brasil, 2018) Direção: Wilson Oliveira Jr. e José Guindane. 9 min.

Hic (idem, Brasil, 2017) Direção: Alexander dos Santos Buck. 15 min.

Landscape (idem,Brasil,2017) Direção: Luiz Rosemberg Filho. 16min.

Mvi (idem, Brasil, 2018) Direção: Coletivo Olhares. 20 min.

Pachinko (idem, Estados Unidos/Japão, 2017) Direção: Luis Grane 4 min.

Pensamento Intenso (Wishful Thinking, Canadá, 2017) Direção: Allan Brown. 13 min

Um Quarto (A Room, Hong Kong, 2016) Direção: Chong Ming 22 min.

Rock das Galinhas (idem, Brasil, 2017) Direção: Marco Antônio Pereira. 2min.

Seaworld (idem, Reino Unido, 2015) Direção: Hing Tsang. 19 min.

Solo (Soil, Turquia, 2017) Direção: Alican Durbas 18 min.

Solon (idem, Brasil, 2016) Direção: Clarissa Campolina. 16 min.

A Sombra do seu Sorriso (The Shadow of Your Smile, Rússia, 2014) Direção: Alexei Dmitriev 3 min.

Vortex (idem, Portugal, 2017) Direção: Alexandre Alagôa 9 min.

XCTRY (idem, EUA, 2018) Direção: Bill Brown 6min.

 

Serviço:
2º Festival Ecrã
De 17 a 22 de julho de 2018
Cinemateca do MAM – Av. Infante Dom Henrique, 85 – Praia do Flamengo, Rio de Janeiro – RJ
www.festivalecra.com.br
www.facebook.com/festivalecra
www.instagram.com/festivalecra
Entrada gratuita.
Programação em breve.


Sobre o(a) Autor(a)

Claudia Sardinha não consegue passar um dia sem assistir um episódio de seriado (já são uns 40 na lista). Ama jogar videogame e é viciada em resident Evil (e nunca diga que é jogo de zumbi perto dela). Adora jogar FPS no PC e ler livros de fantasia nas longas viagens de ônibus pro trabalho.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑