Notícia no image

Published on dezembro 18th, 2009 | by sardinha

3

Saldo de um ano que se passa

Toda vez que o ano chega ao fim, fazemos um balanço do que passou e uma reflexão de erros e acertos para não serem repetidos no ano seguinte.

Bom, isso é o ideal… rs. Mas com a correria do dia-a-dia, acabamos deixando passar as coisas importantes e, qdo vemos, o ano acabou e não nos preparamos nem refletimos.

Percebi que a marca que 2009 deixou foi a do excesso de informação. Os nossos dias, já corridos, ainda se misturavam com a enxurrada de notícias que recebíamos por e-mail, orkut, facebook… twitter, nem se fala! Virou vício! (alguém admite?)

Você já começou a sua fazendinha? Não? Como assim?! Todo mundo está lá! (ah…. quantas vezes ouvi esse discurso…)

Você não sabe da última do Lula? E sobre a Adriane Galisteu? Sabe quem casou? Quem separou? Quem morreu? Viu a nova estréia? E a tecnologia nova que foi lançada?

Nós vamos ocupando cada vez mais nosso tempo real com coisas virtuais. Acorda cedo, toma o café-da-manhã na frente do computador para ler as notícias atrasadas da noite anterior; sai correndo para o trabalho, pois já está atrasado(a); chega no trabalho já tem mil e-mails esperando na sua caixa de entrada e o twitter bombando no plugin que você instalou no navegador para acesso rápido sem o chefe perceber. Na hora do almoço para na frente de uma banca para ler as manchetes do dia. Volta ao trabalho e se intera das fofocas. Chega em casa e assiste ao jornal jantando, lê uma revista e, quando vê já passa da meia-noite. Hora de dormir porque o dia se repete na manhã seguinte.

Com essa quantidade de informações, é como se estivéssemos com o HD lotado. Você começa a ficar lento, algumas informações que estão guardadas profundamente no seu consciente já não saem mais, trazendo o esquecimento e falta de concatenação das idéias na hora de falar e escrever. Cada vez mais jovens são as pessoas com esses problemas, que antes atingiam somente aos idosos.

Estamos passando dos nossos limites e nem percebemos, pois não temos tempo para refletir sobre as informações que recebemos, imagina para refletir sobre nossa vida?

Por isso o momento agora requer pausa. Precisamos estar com a mente sempre em movimento, claro, mas tudo tem sua medida certa.

Para 2010 eu busco equilíbrio. Para isso, alguns filtros entre o que interessa e o que não interessa, se fazem necessários. Otimizar o tempo é primordial e encontrar o meio termo ideal entre o real e o virtual.

Feliz Natal e que seus desejos se realizem! 🙂

Abraços,
Claudia Sardinha

PS.: Mais tarde tem resultado do sorteio. Quem será que vai ganhar presentinho de Natal antecipado? Aguardem e confiram!

Tags: , ,


Sobre o(a) Autor(a)

Publicitária e TI. Fundadora do Minha Vida Geek. Já forneceu conteúdo para portais como Tech Tudo e Papo Aleatório. Atuante no evento boardgamer SeJoga. Não consegue passar um dia sem assistir um seriado. Ama jogar videogame e é viciada em resident Evil (e nunca diga que é jogo de zumbi). Adora ler livros de fantasia nas longas viagens de ônibus pelos trânsitos do Rio de Janeiro.



3 Responses to Saldo de um ano que se passa

  1. ANNA says:

    olá ! a marca q 2009 está deixando pra mim é da liberdade psicológica ! 🙄 Aos 45 do segundo tempo, finalmente meu ex namorado(q já é ex ha 2 anos!) parou de me perseguir e partiu pra outra, rs, perseguição, eheh, padrão, mas cada um com sua cruz e agora ele é o carma de outra ! 😕
    Abçs, Anna 😛

  2. Claudia Sardinha says:

    É, Anna, 2009 realmente deixou essa marca da necessidade de liberdade. Seja, como você falou, psicológica, de expressão… estamos cada vez mais buscando nossa essência. 🙂
    Abs

  3. Larissa says:

    Excelente texto, Claudia!!

    Bjos,

    Lara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • POSTAGENS ANTIGAS


error

Gostou desse blog? Então, não esqueça de compartilhar! :)