Jogos brasileiros no Kidscreen Summit 2020

O Brasil chegará em peso ao Kidscreen Summit, evento referência entre os principais profissionais de conteúdo do entretenimento para o público infantil, que acontece em Miami de 10 a 13 de fevereiro. A última edição teve a participação de mais de 2 mil pessoas de 50 países.

A delegação oficial brasileira representa a indústria nacional da produção audiovisual para crianças, que vem crescendo a cada ano no país e atrai cada vez mais investidores no mundo. O grupo é comandado pelo Brazil Games, realizado pela Abragames (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais), e pelo pelo Brazilian Content, programa de exportação da BRAVI – Brasil Audiovisual Independente, e ambos em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Com o objetivo de fortalecer a indústria brasileira de jogos digitais, o projeto Brazil Games levará as empresas Akom Studio, Rockhead Studios, Webcore Games, Petit Fabrik e PushStart, sendo as duas últimas também associadas ao Brazilian Content.

“Vamos destacar os cases transmídia da Rockhead Studios, que fechou no Kidscreen 2019 uma coprodução com o Sardine Studios do Canadá para fazer uma série animada do game Starlit Adventures; e o caso do Timo, da Webcore Games, um game baseado em um HQ Brasileiro. O Timo foi um dos 4 games brasileiros selecionados para o programa Indie Games Accelerator do Google em Singapura em 2019”, explica Eliana Russi, Gerente do Brazil Games.

A Rockhead Studios pretende expandir suas parcerias comerciais este ano. Segundo Christian Lykawka, CEO da empresa, o objetivo agora é abrir novas possibilidades de coprodução com estúdios de diferentes países, além de prospectar compradores de seus conteúdos, como canais de TV e VOD.

Camila Malaman, Sócia Diretora da Webcore Games, afirma que a empresa já tem diversas reuniões agendadas e está em busca de interessados em produzir uma série animada em parceria com o ‘Timo The Game’. O estúdio de games também buscará parcerias em conteúdos crossmedia.

Animação brasileira segue otimista para o Kidscreen Summit

As produtoras brasileiras estão com projetos robustos. Gabriel Garcia, CEO da Hype, afirma que um dos destaques será a série animada ‘Viola & Tambor’, uma coprodução com o estúdio chileno Punkrobot e que vem sendo exibida nos canais Disney da América Latina. Além disso, a empresa vai anunciar uma nova parceria com a Punkrobot e com a Red Studios, produtora do Peru. “Nosso objetivo é unir as forças para oferecer mais serviços a projetos maiores e mais específicos. Esperamos excelentes resultados”, comemora.

Para Cid Makino, Sócio do Split Studio, o Kidscreen é um dos principais eventos do setor e oferece ambiente aconchegante para um networking mais próximo. “Vamos, como sempre, buscar parceiros para nossos projetos, além de vender obras já produzidas e oferecer serviços de animação. Este ano estaremos com os projetos em desenvolvimento ‘O espadachim de carvão’, ‘Qual é broto?’ e ‘Boca do Lobo’, além de nossa série recém produzida ‘WeeBoom’”, afirma.

Mary Morita, gerente executiva do Brazilian Content, assegura que o Brasil tem ótimas oportunidades nesse mercado. “A produção de conteúdo infantil é um dos destaques da produção brasileira independente. Temos sucessos em live-action como ‘Gaby Estrella’ e ‘Detetives do Prédio Azul’ e, claro, em animação para os públicos infantil e pré-escolar. Este ano, a delegação traz ao Kidscreen IPs consolidados como ‘O Show da Luna’, ‘Irmão do Jorel’ e ‘Any Malu’, para citar alguns, e também novidades como a coprodução internacional ‘Holocards Warriors’. Nossos estúdios irão ao evento em busca de coprodução, licenciamento e atração de produções internacionais”, comenta.

As empresas que estarão Kidscreen pelo Brazilian Content são: 2DLab, Alopra Estúdio, Animaking, Apiário Estúdio Criativo, Belli Studio, Boutique Filmes, Bromelia, Chatrone América Latina, Combo Estúdio, Content Blue, Copa Studio, Dogs Can Fly, Druzina Content, Forest Comunicação, Ghost Jack Entertainment, Hype, Mono Animation, Petit Fabrik, Pinguim Content, PushStart, Sato Company, sBusiness, Split Studio, Story Productions, UP! Content Co. e UP Voice.

Confira o catálogo das Empresas Brasileiras de Games
https://bit.ly/2RREZtC

Confira o Reel das Empresas Brasileiras de Games
https://bit.ly/2uY3NHh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou desse blog? Então, não esqueça de compartilhar! :)