O Caso Evandro ganha série documental na Globoplay

Após sucesso da quarta temporada do podcast Projeto Humanos, a história da morte brutal do garoto Evandro é relembrada em produção no streaming

Guaratuba, 6 de abril de 1992. Evandro Ramos Caetano, de 6 anos de idade, desaparece sem deixar rastros na pequena cidade litorânea paranaense. Cinco dias após o desaparecimento, o corpo do garoto é encontrado abandonado em um matagal. O caso chocou o país não só pela brutalidade do assassinato, mas também pelas repercussões políticas e jurídicas, que tiveram desdobramentos até recentemente, quase trinta anos após o crime.

Ainda que notório, o caso das “Bruxas de Guaratuba” – como ficou conhecido na época – ou “Caso Evandro” estreou como uma série documental, na Globoplay, nesta quinta-feira (13). A plataforma liberou os dois primeiros episódios da produção e, semanalmente, disponibilizará mais dois até completar o total de oito episódios.

Só pelo conteúdo já liberado é possível notar um rico trabalho de pesquisa e contextualização de todo caso. O docusérie (como, carinhosamente, apelido esses documentários seriados) traz depoimentos de personagens centrais da história, entrevistas e materiais vinculados na imprensa à época do crime, gravações e imagens de arquivo dos depoimentos, confissões e o julgamento dos acusados, trazendo vários pontos de vistas e um panorama detalhado do fato.

 

Do podcast para o streaming

A série nasceu como uma adaptação da temporada de maior sucesso do podcast Projeto Humanos, produzido pelo jornalista Ivan Mizanzuk. Nascido na década de 1980 e natural de Curitiba, o host do programa conta que a motivação para investigar o caso veio da lembrança de infância convivendo com o pânico que o crime causou.

Na época, as denúncias de desaparecimentos de crianças assolavam não só o Paraná, mas todo o país, e o boato de que esses sequestros estavam ligados à rituais de magia negra, tráfico de crianças e roubos de órgãos invadiu o imaginário popular.

Outro ponto crucial para despertar o interesse pela investigação do crime, segundo Mizanzuk, foi o fato de que o caso fugia do eixo Rio-São Paulo. O jornalista ainda juntou o interesse pelo formato de storytelling, que explora na produção do conteúdo para o podcast, e mergulhou, em 2015, em uma profunda pesquisa de coleta de material e apuração sobre o Caso Evandro. Mas só em 2018 é que os episódios começaram a serem lançados.

Todo esse trabalho de anos resultou na publicação de 36 episódios que dissecam nos mínimos detalhes os acontecimentos, investigações, o julgamento mais longo da história do país e alguns finais para essa história, que serviram como material fonte para a série produzia pela Globoplay. Se você é fã de podcasts de narração de histórias e não se importa de ouvir episódios extensos (espere alguns com quase 2h30 de duração), a dica é conferir o podcast Projeto Humanos: O caso Evandro.

Para dar mais suporte ao conteúdo de áudio do programa, Mizanzuk também compilou os documentos e as fontes de sua pesquisa, criando uma enciclopédia com linha do tempo dos acontecimentos, uma pequena biografia dos personagens e até um mapa da cidade de Guaratuba com os principais locais referente ao caso.

 

Os livros

Já no dia 14 de Junho também chega às livrarias brasileiras o livro reportagem “O Caso Evandro”, escrito por Ivan Mizanzuk. A obra foi criada a partir da pesquisa que deu origem ao podcast e conta como procedimentos investigativos contestáveis e denúncias de tortura puseram em xeque a validade não apenas do trabalho policial, mas também das confissões dos supostos culpados.

No início de 2021, Celina e Beatriz Abagge, as duas mulheres acusadas de sequestrarem e sacrificarem Evandro, também lançaram a obra ‘Malleus: Relatos de injustiça, tortura e erro judiciário” onde contaram sua versão dos fatos.

Há quem diga que os 7 acusados são culpados. Há aqueles que acreditam que tudo não passou de uma armação política. Verdade mesmo é que toda essa história parece roteiro de filme ou série criminal, mas aconteceu na vida real.

Cheio de reviravoltas, pontas soltas e ainda envolto em um grande mistério, “O Caso Evandro” é um daqueles fatos que, possivelmente, nunca saberemos com convicção o que aconteceu, mas depois de assistir a série, ouvir o podcast ou ler os livros, talvez você possa ter uma opinião. E, em breve, assim que todos os episódios da série forem disponibilizados, a gente possa especular e levantar hipóteses sobre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *