O Steam bane todos os jogos com NFTs ou criptomoeda

A Valve discretamente emitiu um novo decreto: Sem NFTs ou criptomoeda no Steam. As diretrizes de integração da distribuição Steam recentemente atualizadas proíbem especificamente quaisquer “aplicativos construídos na tecnologia blockchain que emitem ou permitem a troca de criptomoedas ou NFTs.”

NFT significa “token não fungível” e são ativos digitais que são vendidos e comprados online. Os NFTs podem assumir várias formas, mas se tornaram cada vez mais populares como arte digital. Os artistas podem criar uma obra de arte digital, registrá-la como um NFT e vender um número limitado delas. Você pode pensar nisso como a construção de uma coleção de pinturas, cartões comerciais ou outros itens colecionáveis, apenas no espaço digital. Em videogames, os NFTs podem assumir a forma de itens colecionáveis, skins e muito mais no jogo.

Os NFTs são normalmente adquiridos com criptomoedas, como Bitcoin ou Ethereum (também transações de blockchain), que podem ser vendidas por dólares americanos e outras moedas nacionais nas bolsas. Os NFTs explodiram desde o ano passado, com várias pessoas tentando vender seus memes por milhões.

A Valve não explicou por que está banindo NFTs e criptomoedas do Steam, mas a decisão não parece estar enraizada em nenhum dos escândalos ou controvérsias recentes em torno da tecnologia de blockchain: NFTs têm sido usados ​​para enganar pessoas em milhões de dólares em troca de quê equivale a um recibo de um JPG, isso levou ao roubo de arte projetada para outros jogos e o custo ambiental dos livros-razão do blockchain permanece uma questão controversa.

Mas a coisa não para por aí… Horas depois de ser relatado que o Steam iria banir jogos baseados em blockchain que oferecem NFT e criptomoeda, a Epic Games assumiu a postura oposta e disse que está aberta a jogos baseados em blockchain. Em um tweet, Sweeney, CEO e fundador da plataforma disse: “A Epic Games Store dará as boas-vindas a jogos que façam uso de tecnologia de blockchain, desde que sigam as leis relevantes, divulguem seus termos e sejam avaliados por idade por um grupo apropriado.”

Apesar do apoio, Sweeney diz que a Epic não usará criptografia em seus próprios jogos, mas dá as boas-vindas à “inovação nas áreas de tecnologia e finanças”.

Resumindo, jogos que valem dinheiro não estarão mais disponíveis na Steam, mas na Epic sim. Quanto as demais empresas… até o momento, nem a Microsoft, a Sony ou a Nintendo estabeleceram sua posição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *