Atrás do teclado, você produz 4 torres Eiffel por dia

Uma parábola muito conhecida conta a história de um incêndio na floresta e apresenta como personagem principal um beija-flor. O pequeno pássaro leva água gota por gota para tentar apagar o fogo que toma conta da região. O leão, vendo a impossibilidade de o bichinho alcançar sucesso em sua empreitada, intercepta-o e pergunta: “você acha que vai conseguir acabar com o incêndio sozinho”. E, singelamente, o beija-flor responde: “não sei, mas estou fazendo a minha parte”.

Diariamente, atrás de nossos teclados, ao respondermos e-mails, enviarmos mensagens para nossos amigos e conhecidos, publicarmos vídeos no You Tube ou dispararmos tweets, nós estamos fazendo nossa parte no gigantesco armazenamento de algo chamado de big data, que é a soma de toda a informação transmitida através da rede mundial de computadores.

Big data diária atinge 2,5 quintilhões de bytes

O volume dessas informações tem crescido de forma ininterrupta ano após ano. Somente nos dois últimos anos foram produzidos 90% dos dados disponíveis em todo o mundo. Atualmente, a cada dia são criados 2,5 quintilhões de bytes de informações. O número é representado dessa maneira: 2.500.000.000.000.000.000.

Para uma melhor ideia do que isso significa, se essas informações fossem ser estocadas em discos de blu-ray, que dentre as opções de mercado para armazenamento de dados estão entre as melhores e com custo por item entre R$ 2 e R$ 5 dependendo das ofertas e promoções disponíveis, seriam necessários aproximadamente 10 milhões de unidades para guardar as informações.

Fisicamente, essas dez milhões de unidades, empilhadas, uma sobre a outra, superariam a altura da Torre Eiffel, o mais famoso ponto turístico da França, que tem 301 metros, quatro vezes. Ou seja, em cada oportunidade que você clica em enviar para disparar um e-mail está fazendo sua parte na construção dessa torre virtual de dados.

E o crescimento da big dada tem sido quatro vezes maior que a economia mundial. Essas informações têm se transformado em dinheiro uma vez que fornecem aos seus proprietários dados de qualidade sobre seus usuários permitindo às suas empresas promover um diálogo melhor e mais eficaz com seus consumidores. No final das contas, isso significa mais negócios e maior rentabilidade.

big data refined cs6

 

Fonte: vouchercloud

1 thought on “Atrás do teclado, você produz 4 torres Eiffel por dia

  1. Chega a ser assustador. Será que algum dia chegaremos ao nível de avanço tecnológico como o que vemos na ficção científica? Apesar de todos os benefícios que esses dados nos proporcionam, devemos nos lembrar também que eles têm uma pegada ambiental tremenda. Nada é perfeito.
    Beijo, menina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *